Como escolher uma sanita

A sanita é uma peça de louça sanitária, mais conhecida no Brasil por “vaso sanitário”. Escolher a sanita certa para uma habitação ou para um projeto comercial é essencial para o conforto dos utilizadores. Este guia fornece‑lhe informações e dicas sobre os diferentes tipos de sanitas para facilitar a sua escolha.

Sanitas: ver produtos

  • Como escolher a sanita certa?

     Para escolher a sanita certa para uma casa de banho, há vários critérios a ter em conta. Antes de mais, importa conhecer os diferentes tipos de instalação possíveis, bem como os diversos tipos de sanitas. As dimensões, o material e o estilo são igualmente importantes, assim como algumas opções disponíveis no mercado. Este guia aborda os vários aspetos que importa considerar no momento de comprar uma sanita, para o ajudar a tomar a melhor decisão.

    Principais critérios de escolha de uma sanita:

    • Tipo de instalação e de saída
    • Dimensões
    • Tipo de sanita
    • Materiais e estilo
    • Outras opções
  • Que tipo de instalação e de saída para a sanita?

    As sanitas dividem‑se em duas grandes categorias, de acordo com o tipo de instalação: as sanitas a instalar no chão e as sanitas suspensas. Podemos distinguir três configurações principais de sanitas para montagem no chão: as sanitas com tanque baixo, as sanitas de encostar à parede (BTW) e as sanitas com tanque alto.

    • Sanitas com tanque baixo: são as mais fáceis de instalar. O conjunto é composto por uma sanita e por um autoclismo exterior baixo, que podem estar separados ou formar uma única peça. Neste último caso, são designadas “sanitas monobloco”. Embora os modelos separados sejam ainda os mais comuns, as sanitas monobloco apresentam a vantagem de ter menos recantos e, portanto, de serem mais fáceis de limpar.
    • Sanitas de encostar à parede: também chamadas “sanitas BTW” (sigla inglesa Back to wall), a parte traseira da sanita (e do tanque, no caso das sanitas monobloco) fica completamente encostada à parede. Também podem ser instaladas sanitas BTW simples com autoclismo interior (tanque de encastrar na parede). Aliás, esta tende a tornar-se a configuração preferida dos consumidores, pois a limpeza é mais fácil e a descarga de água é, geralmente, menos ruidosa do que com um tanque exterior. Como o tanque está instalado dentro da parede, o ruído da descarga do autoclismo é abafado.
    • Sanitas com tanque alto: o conjunto é composto por uma sanita e por um autoclismo exterior alto. São ideais para casas de banho de estilo neoclássico ou retro com teto alto. A sanita e o tanque estão ligados por um tubo de descarga longo. O autoclismo é acionado por meio de uma corrente com um puxador.
    • Sanitas suspensas: a sanita é fixada a um suporte encastrado na parede, que sustenta também o tanque de água interior. Esta é a opção ideal para casas de banho de design minimalista, mas a sua instalação é mais complexa do que as restantes.

    Terá igualmente de decidir se precisa de uma sanita com saída horizontal ou vertical, para ligação ao esgoto na parede ou no chão, respetivamente. Caso já exista uma instalação sanitária, assegure‑se de que opta por um modelo de sanita com o tipo de saída compatível.

    AeT ITALIA

    Sanita suspensa AeT ITALIA

    Sanita com autoclismo alto SIMAS ACQUA SPACE

    Sanita com tanque alto SIMAS

    Sanita monobloco CIELO

    Sanita monobloco CIELO

  • O que importa saber sobre as dimensões?

    Sanita compacta NOVEL

    Sanita compacta NOVEL

    Meça o espaço disponível e opte por um tipo de sanita adequado ao mesmo. As sanitas com tanque de encastrar poderão necessitar de mais espaço se for preciso colocar uma parede de gesso para instalar o suporte de montagem. Existem, também, sanitas de canto, que podem constituir uma boa solução para aproveitar o espaço em certas casas de banho.

    O formato e a altura da sanita podem ter influência na sua utilização e ergonomia. As sanitas mais altas são mais fáceis de utilizar por pessoas com mobilidade reduzida. Já as sanitas com um formato alongado oferecem maior conforto, mas os modelos com um formato compacto quadrado ou redondo ocupam menos espaço.

    Legislação e normas técnicas: não se esqueça de consultar a legislação e as normas técnicas aplicáveis. Em geral, as sanitas para casas de banho de edifícios e estabelecimentos que recebem público, em particular as que se destinam a pessoas com mobilidade reduzida, têm de cumprir certos requisitos em termos de altura e profundidade. Além disso, estão definidas as distâncias mínimas a respeitar entre a sanita e a parede, bem como entre a sanita e outros elementos, como as barras de apoio, etc.

  • Quais os materiais e estilos disponíveis?

    Sanita de aço inoxidável DELABIE

    Sanita de aço inoxidável DELABIE

    As sanitas de cerâmica e as de porcelana são as mais comuns, tanto em construções residenciais como em edifícios comerciais, por serem confortáveis, fáceis de limpar, higiénicas e resistentes ao uso. As sanitas em aço inoxidável têm a vantagem de ser mais leves e apresentar maior resistência a impactos, mas são geralmente menos confortáveis, pelo que são instaladas sobretudo em casas de banho públicas.

    No que diz respeito ao estilo, é possível encontrar sanitas de design moderno, minimalista e tradicional ou clássico. Os modelos minimalistas e modernos combinam perfeitamente com casas de banho contemporâneas. Costumam ser mais fáceis de limpar graças às suas linhas simples e aos seus acabamentos. As sanitas de estilo minimalista podem ter um autoclismo interior (isto é, encastrado) ou exterior, dependendo dos modelos.

    As sanitas tradicionais ou clássicas são instaladas com autoclismos exteriores, constituindo a solução ideal para casas de banho de época ou de estilo neoclássico ou retro. Neste caso, poderá optar por um modelo com tanque baixo, acionado geralmente por uma alavanca, ou com tanque alto, acionado por uma corrente com um puxador na ponta.

  • Que outros tipos de sanitas existem?

    Sanita Seca ECODOMEO

    Sanita Seca ECODOMEO

    Para além dos modelos mais correntes referidos anteriormente, poderá ainda encontrar sanitas com sistema de descarga eletrónico, sanitas com bidé integrado, sanitas turcas e sanitas secas.

    • As sanitas com sistema de descarga eletrónico têm um autoclismo que funciona com sensores, também dito “no touch”. Uma vez que o utilizador não precisa de tocar em nada para acionar o autoclismo, este sistema é bastante mais higiénico, o que o torna ideal para casas de banho de uso público ou coletivo.
    • As sanitas com bidé integrado aliam as funcionalidades de um bidé a uma sanita convencional.
    • As sanitas turcas não têm assento, são encastradas no chão, devendo o utilizador colocar-se em posição agachada.
    • As sanitas secas são consideradas ecológicas, uma vez que utilizam uma solução sem água. Têm, normalmente, um sistema de tratamento de resíduos para a decomposição e compostagem dos dejetos.
  • Que outras opções estão disponíveis?

    Sanita com lavatório integrado ROCA

    Sanita com lavatório integrado ROCA

    Existem várias opções, nomeadamente quanto ao mecanismo de descarga e ao tipo de assento.

    Mecanismos de descarga:

    • Com botão de descarga simples ou duplo: a maioria dos modelos modernos tem um mecanismo de descarga dupla com dois botões – um de descarga completa do tanque e outro de descarga parcial – que permite poupar água. A placa de comando com o botão de descarga para autoclismos interiores pode ser adquirida separadamente.
    • Com alavanca: é bastante comum em tanques baixos de sanitas de estilo neoclássico ou retro.
    • Com corrente: é usada em tanques altos de sanitas de estilo neoclássico ou retro.

    Outras opções:

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível.