Como escolher uma poltrona

Este guia irá ajudá-lo a escolher a poltrona certa para uma habitação ou para um espaço comercial ou público. Para tal, vamos analisar os principais fatores a ter em conta ao escolher uma poltrona, como o uso previsto, o estilo, os materiais e as dimensões. Certos modelos são por vezes chamados “cadeirões”.

Poltronas: ver produtos

  • Como escolher a poltrona ideal

    Ao escolher uma poltrona, é importante levar em consideração os seguintes fatores:

    • Uso previsto 
    • Estilo
    • Base, estrutura e estofos
    • Dimensões
    • Novas tendências  
  • Como escolher uma poltrona em função do uso previsto?

    Poltrona para ambiente externo da VARASCHIN

    Poltronas de exterior da VARASCHIN

    O local e a atividade a que a poltrona se destina deverão ser tidos em conta ao escolher o tipo de poltrona e os materiais que a constituem. As poltronas para ambientes externos têm de ser resistentes às intempéries, aos UV e à corrosão. Caso procure uma poltrona para uma habitação, é importante conhecer o gosto e as preferências do utilizador final. Se a poltrona se destinar a atividades que impliquem ficar várias horas sentado, como relaxar ou ler, a prioridade é o conforto. As poltronas com encosto alto, assim como os modelos reclináveis ou com apoio para os pés, proporcionam maior suporte ao corpo. As poltronas para áreas de tráfego intenso, nomeadamente em edifícios públicos ou espaços comerciais, devem resistir a uma utilização regular e poderão ter de cumprir requisitos rigorosos de higiene e de proteção contra incêndios, de acordo com as normas técnicas em vigor.

  • Quais os estilos de poltronas disponíveis?

    Poltrona de design original VARIER

    Poltrona de design original da VARIER

    As poltronas estão disponíveis numa grande variedade de estilos. Se procura uma peça contemporânea, poderá optar por uma poltrona de design escandinavo em madeira ou por uma poltrona de design industrial com uma elegante estrutura metálica, por exemplo. Se pretende um elemento decorativo de destaque, considere escolher uma poltrona de design original, que não deixará de impressionar quem o visitar. Para espaços com uma decoração mais clássica, as poltronas de design convencional e fabricadas com técnicas tradicionais constituem uma boa opção. Em salas de jantar e salões requintados, as poltronas de estilo, nomeadamente Chesterfield, Louis XV ou Art Déco, conferem um toque histórico e elegante ao espaço.

  • Poltronas em madeira, metal ou plástico?

    Poltrona metálica TALENTI

    Poltrona em metal da TALENTI

    A madeira, o metal e o plástico são os materiais mais frequentemente utilizados nas estruturas das poltronas. Embora muitas sejam estofadas, para certos projetos podem ser preferíveis modelos sem estofos por questões de higiene e facilidade de limpeza, por exemplo caso pretenda adquirir poltronas para espaços exteriores, ou ainda para estabelecimentos públicos ou comerciais.

    No que diz respeito às poltronas de madeira, a madeira maciça é garantia de uma estrutura robusta e elegante em poltronas tanto clássicas como modernas. Já o contraplacado (compensado), mais flexível, permite formar superfícies curvas, sendo por isso um material de eleição para poltronas e cadeiras de design moderno. O MDF e os painéis de aglomerado geralmente não ficam à vista, sendo sobretudo utilizados nas partes da estrutura que servem de apoio aos estofos.

    O metal, pela sua robustez, é muito usado na estrutura de poltronas destinadas a uma utilização regular. No entanto, é pouco agradável sentarmo‑nos diretamente numa superfície metálica, por ser fria e dura. Para maior conforto, a estrutura em metal é geralmente combinada com assentos e eventualmente encostos em madeira ou plástico, ou então cobertos com estofos ou almofadas.

    As poltronas de plástico são leves, fáceis de limpar, económicas e estão disponíveis numa grande variedade de designs ergonómicos, uma vez que os materiais plásticos são fáceis de moldar. Contudo, uma estrutura em plástico é geralmente menos robusta do que em madeira ou metal.

  • O que importa saber sobre os estofos das poltronas?

    Poltrona em tecido de feltro da CAPPELLINI

    Poltrona em tecido de feltro da CAPPELLINI

    Como as poltronas são geralmente projetadas para oferecer o máximo de conforto, muitas são estofadas. A robustez do tecido e da espuma irá, em grande parte, determinar a longevidade e a qualidade da poltrona. Verifique se é possível retirar as capas das almofadas para as lavar e prefira materiais que proporcionem um bom suporte, como as espumas de alta densidade capazes de resistir a uma utilização regular.

    Estes são alguns dos tecidos mais utilizados em estofos e almofadas de poltronas:

    Os tecidos de algodão são naturais, de preço acessível e estão disponíveis em diversas cores, motivos e padrões. Têm a vantagem de ser respiráveis, mas podem manchar‑se e amarrotar‑se com relativa facilidade. Muitos tecidos são uma mistura de algodão e de outros materiais, o que os torna mais resistentes e fáceis de limpar.

    Os tecidos de poliéster são resistentes ao desgaste e a manchas. Além disso, estão disponíveis numa vasta gama de cores e acabamentos.

    Os tecidos de polipropileno (olefina) são leves, resistentes a produtos químicos e às intempéries e fáceis de limpar, constituindo assim uma ótima escolha para estofos e almofadas de poltronas de exterior.

    O couro costuma ser caro, por isso assegure‑se de que escolhe o tipo de acabamento que mais lhe convém.  O couro anilina é mais macio e tem uma aparência mais natural do que o couro semianilina ou revestido, mas mancha‑se com maior facilidade. Se preferir um material fácil de limpar, opte por couro revestido de boa qualidade, para que resista à abrasão e envelheça bem. O couro sintético constitui uma alternativa ao couro genuíno mais económica e amiga dos animais. Hoje em dia, há já muitas imitações de couro de primeira qualidade com um desempenho comparável ao do couro clássico. Estão também a surgir peles sintéticas de origem vegetal como alternativa ecológica aos materiais plásticos.

  • Poltronas: que tipo de base escolher?

    Poltrona de balanço da CLASSICON

    Poltronas de baloiço da CLASSICON

    Entre as poltronas modernas, tem diferentes tipos de bases ou pés à escolha. As poltronas com quatro pés são as mais correntes, mas pode escolher um modelo menos comum, como uma poltrona com pé central ou com base tipo trenó. Se preferir uma base que permita realizar movimentos, poderá optar por uma poltrona giratória, por uma poltrona de baloiço ou então por uma poltrona com rodas.

  • Como escolher as dimensões da poltrona?

    Poltrona Chesterfield da BERTO SALOTTI

    Poltrona Chesterfield da BERTO SALOTTI

    Ao escolher as dimensões da poltrona, tenha em conta as características do espaço e o conforto do utilizador. Evite colocar uma grande poltrona numa divisão pequena e preveja espaço suficiente em redor da poltrona para se poder passar à vontade.

    A ergonomia da poltrona é igualmente importante: a profundidade e a altura do assento, bem como a altura do encosto e dos apoios de braços, variam de um modelo para outro e podem ter uma grande influência em termos de conforto. Na maioria das poltronas, o assento tem entre 40 e 46 cm de altura e 50 a 61 cm de profundidade. As poltronas com assentos baixos e profundos são mais confortáveis para ficar a relaxar, contudo certas pessoas poderão ter dificuldade em levantar-se. As poltronas com um assento menos profundo levam o utilizador a sentar-se direito, sendo assim mais adequadas para salas de espera e outros espaços em que não se passe muito tempo sentado. Um assento mais alto ajuda o utilizador a levantar-se mais facilmente, um aspeto importante para pessoas com mobilidade reduzida. Se possível, experimente a poltrona antes de a comprar para ter a certeza de que é adaptada ao uso previsto.

  • Poltronas: quais as novas tendências?

    Poltrona multimídia da SONIC

    Poltrona multimédia da SONIC

    Para além da sua presença habitual em nossas casas e em certos salões, as poltronas estão a conquistar novos espaços à medida que o conforto adquire uma importância crescente nos ambientes exteriores e nos locais de trabalho.

    Por exemplo, as poltronas de exterior permitem desfrutar de espaços ao ar livre com todo o conforto, seja em casa seja num hotel, num restaurante ou num bar. As poltronas para espaços urbanos e para espaços públicos exteriores contribuem para que os habitantes possam apreciar a sua cidade, ao passo que as poltronas em estabelecimentos comerciais vão dar aos compradores ou turistas vontade de permanecer mais tempo numa esplanada, por exemplo.

    Por seu lado, as poltronas de concentração e privacidade são ideais para escritórios, em particular para open offices. Com encosto alto e isolamento acústico, oferecem aos colaboradores privacidade e conforto para efetuarem chamadas de negócios ou tarefas que exijam especial concentração. Certos modelos incluem uma palmatória (prancheta), tomadas ou altifalantes para proporcionarem maior comodidade de trabalho. 

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível.