Que ladrilhos escolher?

O ladrilho é um revestimento de pavimento prático e resistente tanto para espaços interiores como exteriores. Pode ser de cerâmica, porcelana, tijoleira, pedra natural, pedra reconstituída, entre outros. Os três principais tipos de ladrilhos são os de pedra natural, os cerâmicos e a tijoleira (em barro cozido). Além de pavimentos, podem revestir paredes, escadas e outras superfícies. Existem em vários formatos e materiais, com diferentes características técnicas.

Os ladrilhos são o revestimento de eleição para cozinhas e casas de banho por serem fáceis de limpar. Os ladrilhos de pavimento não devem ter uma superfície escorregadia. Os ladrilhos de exterior resistem a temperaturas negativas, o que os torna ideais para climas frios. Os pavimentos de baixa porosidade escoam facilmente a água da chuva, o óleo e qualquer outro líquido. Já os de materiais porosos devem receber um tratamento que os torne não absorventes.

A escolha do tipo de ladrilhos vai depender igualmente do ambiente que deseja criar. Por exemplo, a pedra natural e a tijoleira conferem ao espaço uma atmosfera calorosa e acolhedora. Há também que levar em conta as condições a que o revestimento será exposto, nomeadamente se se destina ao uso no interior ou no exterior e o grau de humidade. Para espaços de uso intensivo, convém optar por ladrilhos resistentes à abrasão.

Ladrilhos: ver produtos

  • Que tamanho e formato de ladrilhos escolher?

    O tamanho dos ladrilhos deve ser escolhido de acordo com as dimensões do espaço a que se destinam. No mercado, estão disponíveis ladrilhos de vários tamanhos. Os ladrilhos grandes (60 x 60 cm / 80 x 80 cm / 120 x 60 cm) dão a impressão que uma divisão é maior por haver menos juntas (agora muito na moda), enquanto os mais pequenos (20 x 20 cm ou 30 x 30 cm) tornam o espaço aconchegante, sendo também mais fáceis de assentar. A maioria dos ladrilhos são quadrados ou retangulares, embora também existam em formatos octogonais, mais difíceis de assentar.

    Revestimento de formato quadrado da Royal Mosa

    Para a casa de banho, é aconselhável optar por ladrilhos pequenos ou de tamanho intermédio, pois o maior número de juntas torna o chão menos escorregadio. Os pequenos mosaicos são ideais para áreas menores. Para a sala e a cozinha, é preferível escolher ladrilhos maiores, em particular quando estas divisões dão acesso a um quintal ou jardim ou quando se tem animais em casa. Isto porque, havendo menos juntas, o chão é mais fácil de limpar.

    Ladrilhos de casa de banho da AGROB BUCHTAL

    Ladrilhos de cozinha da ITALGES

    Ladrilhos de sala da Cerdomus Ceramiche

  • Como escolher a cor certa para os seus ladrilhos?

    As cores vivas e as cores pastel são uma tentação, mas há que pensar a longo prazo. Não se muda um chão de ladrilhos com a mesma frequência que um revestimento de linóleo ou um pavimento flutuante. Portanto, é preciso ter cuidado com a escolha, especialmente se estiver a considerar vender a casa ou o apartamento.

    Deixamos aqui algumas dicas que poderão ajudar nessa escolha:

    • As cores claras fazem o espaço parecer mais amplo
    • As cores mais escuras dão um ar acolhedor
    • As cores matizadas disfarçam melhor pequenas manchas
    • As cores neutras permitem mudar mais facilmente a decoração
    • As cores vivas são alegres e originais
  • Como calcular a quantidade de ladrilhos de que vai precisar?

    Os ladrilhos são geralmente vendidos em caixas com a indicação do número de metros quadrados que se encontram no seu interior. Para saber de quantos metros quadrados precisa, deve calcular a área que pretende ladrilhar e acrescentar uma margem de 15% a fim de compensar as perdas que decorrem dos cortes e de eventuais quebras. O cálculo é fácil: 

    • meça o comprimento e a largura do espaço a ladrilhar;
    • multiplique estas duas medidas para obter a área (em metros quadrados);
    • multiplique o número de metros quadrados por 15% e o resultado corresponderá à quantidade de metros quadrados de ladrilhos que deverá adquirir.
  • Como assentar ladrilhos no pavimento?

    Pode dispor os ladrilhos a direito, em diagonal (especialmente se o seu quarto não for quadrado ou retangular), em xadrez de diferentes cores ou ainda formando um desenho numa parte da área ladrilhada, lembrando um tapete, para criar um efeito de estilo. A escolha é sua!

    Nunca coloque ladrilhos em cima de soalhos, pois podem fissurar-se devido à retração e expansão da madeira. Os ladrilhos devem assentar sempre sobre uma superfície estável, como betão ou um pavimento cerâmico já existente. Essa superfície tem de estar limpa e seca. Apresentamos, em seguida, as diferentes etapas para o assentamento de ladrilhos.

    • Prepare a superfície de suporte: depois de traçar as duas linhas perpendiculares que vão guiar a disposição dos ladrilhos, misture a argamassa e comece a espalhá-la a partir dessas linhas, um metro quadrado de cada vez. Em seguida, passe uma talocha dentada sempre na mesma direção, criando sulcos paralelos, e retire o excesso de argamassa.
    • Assente os ladrilhos: posicione o primeiro na interseção das duas linhas e coloque cruzetas nas extremidades da peça para encostar o ladrilho seguinte, e assim sucessivamente. Deve, obviamente efetuar-se o corte dos ladrilhos, quando necessário, antes de serem colocados sobre a argamassa.
    • Nas casas de banho, em particular na base do duche, tem de se prever o corte prévio dos ladrilhos a instalar junto do ralo e de grelhas de escoamento de água.

    Um pequeno truque: passe o dedo para remover o excesso de argamassa antes de esta secar. Em seguida, limpe a superfície com um pano húmido.

  • Que tipo de juntas escolher para o pavimento?

    Argamassa de rejuntamento da TECHNOKOLLA®

    A seleção do material de preeenchimento de juntas é uma parte importante deste processo. Tem várias opções em termos de cores e de composição, mas tenha em atenção que há algumas que se mancham mais facilmente com gordura ou que apresentam menos resistência aos produtos de limpeza.  No que diz respeito à composição, existem vários tipos de materiais para juntas:

    • a argamassa de base epoxídica, mais cara mas que se mancha com menos facilidade
    • a argamassa à base de resina
    • a tradicional argamassa cimentícia, com adjuvante para prevenir manchas

     

    Em grandes superfícies, devem ser instaladas juntas de dilatação, para absorverem as tensões mecânicas que ocorrem na estrutura dos edifícios e assim se evitar que os ladrilhos levantem.

    Se deseja um pavimento cerâmico com juntas muito finas, pode optar por ladrilhos retificados. Graças ao corte uniforme em esquadria das partes laterais, encostam na perfeição uns aos outros.

  • Como manter os ladrilhos em bom estado?

    O primeiro passo consiste em limpá-los bem logo após a sua colocação. A argamassa deixa muitas vezes uma capa fina, semelhante a um véu esbranquiçado, que é necessário esfregar de imediato com um pano seco. Caso contrário, esta película vai aderir permanentemente aos ladrilhos, dando-lhe um aspeto baço.

    Na limpeza do quotidiano, há absolutamente que evitar o uso de produtos químicos, uma vez que estes danificam rapidamente os ladrilhos. Em vez disso, use água morna e sabão neutro e seque bem o chão depois de passar a esfregona. Estes pavimentos também podem ser aspirados ou varridos.

  • Algumas notas sobre ladrilhos exteriores

    Ladrilhos exteriores da Ceramica Rondine

    Quando for comprar ladrilhos de exterior, essa menção deve constar no produto. Terá assim a garantia de estar a adquirir um pavimento resistente a baixas temperaturas e com características antiderrapantes. O método de assentamento é o mesmo, embora o preenchimento das juntas seja particular. Além disso, é aconselhável criar uma inclinação de 1 a 2 cm por metro, a fim de evitar a acumulação de água e, deste modo, proteger o pavimento.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *