Que banheira escolher?

A escolha de uma banheira vai incidir essencialmente sobre o seu formato, dimensões e material, assim como sobre o tipo de modelo: encastrado ou freestanding. A variedade de opções disponíveis reflete a crescente importância que a banheira tem vindo a adquirir. Mais do que uma louça sanitária, a banheira é hoje um elemento central da casa de banho, que combina modernidade, design e conforto. As banheiras de hidromassagem, por exemplo, além dos jatos para massajar diferentes partes do corpo, incluem muitas vezes um difusor de óleos essenciais e LEDs integrados, que transformam o banho numa experiência de total relaxamento.

No site da ArchiExpo, poderá selecionar as características pretendidas para a sua banheira, a fim de refinar a pesquisa e encontrar rapidamente o produto que deseja.

Banheiras: ver produtos

  • Optar por uma banheira de encastrar ou freestanding?

    Em função do tipo de instalação, as banheiras podem ser encastradas ou freestanding. O preço varia sobretudo consoante o design e os materiais de fabricação.

    De preço mais acessível, a banheira de encastrar, ou de embutir, é a banheira clássica. Simples ou com duche integrado, é geralmente instalada junto a uma parede ou num canto da casa de banho. A manutenção destas banheiras é mais fácil, mas há que contar com o custo adicional da estrutura onde será encaixada e do respetivo revestimento.

    A banheira freestanding, também dita autónoma, independente ou solta, assenta diretamente no pavimento, não requerendo qualquer estrutura de apoio. É perfeita para colocar no centro de uma casa de banho grande e cria a ilusão de que esta é ainda mais espaçosa. Artigo de luxo até há alguns anos, a banheira freestanding continua a dar um toque de sumptuosidade e elegância ao ambiente, mas agora a um preço mais acessível. Inclusive, já existem no mercado banheiras freestanding com duche integrado, à semelhança de certos modelos encastráveis. A banheira autónoma tem uma instalação mais simples, visto não serem necessárias obras de revestimento, mas requer torneira e sistema de evacuação de água específicos.

    Banheira de encastrar ROCA

    Banheira freestanding BETTE

  • Escolher uma banheira com que forma?

    Quadrada, retangular, oval, de canto ou redonda? A banheira certa imprimirá caráter e harmonia à sua casa de banho. No entanto, a escolha da forma da banheira não é apenas uma questão de gosto e de estilo.

    Há que conhecer as especificidades de cada formato e ter em conta as dimensões e a configuração do espaço onde pretende instalá-la. O espaço disponível vai ditar, em grande parte, a escolha do tamanho e da forma da banheira.

    • Banheiras retangulares: são as mais comuns e instalam-se geralmente junto a uma parede ou num canto, para otimizar o espaço. Esta configuração permite tomar duche na banheira, se esta for equipada com um resguardo ou com uma cortina. As laterais destas banheiras são muitas vezes revestidas com painéis próprios ou com uma estrutura em alvenaria. Há modelos compactos, ideais para quando não se dispõe de muito espaço. As banheiras retangulares estão disponíveis em vários tamanhos, variando o comprimento entre 150 cm e 190 cm e a largura entre 70 cm e mais de 100 cm.
    • Banheiras ovais: constituem também uma escolha clássica. De linhas mais suaves e naturais do que as banheiras retangulares, adaptam-se perfeitamente a todos os tipos de casas de banho. Existem em diferentes tamanhos, o que permite optar por um destes modelos sem ter de sacrificar muito espaço.
    • Banheiras de canto: são adequadas para casas de banho de tamanho médio ou grande. As banheiras de canto são mais largas do que as anteriores, mas menos compridas.Constituem, por vezes, uma boa opção para aproveitar um canto perdido. Existem modelos simétricos e assimétricos, estes últimos com um ângulo ligeiramente mais fechado à esquerda ou à direita. As laterais das banheiras de canto são revestidas com painéis.
    • Banheiras redondas: menos comuns do que os modelos retangulares, as banheiras redondas conseguem transformar uma casa de banho num spa. O formato redondo convida de imediato ao relaxamento. A desvantagem é que ocupam muito espaço.
    • Banheiras quadradas: ideais para casais, as banheiras quadradas são mais espaçosas, podendo acomodar facilmente duas pessoas.
    Banheira retangular DUSCHOLUX AG

    Banheira retangular DUSCHOLUX AG

    Banheira oval HOESCH

    Banheira oval HOESCH

    Banheira de canto GLASS 1989

    Banheira de canto GLASS 1989

    Banheira redonda JACUZZI France

    Banheira redonda JACUZZI France

    Banheira quadrada GLASS 1989

    Banheira quadrada GLASS 1989

  • Escolher uma banheira de que material?

    O material em que a banheira é fabricada determina a resistência desta ao uso e a facilidade de manutenção. Além disso, é preciso saber quanto peso o pavimento consegue suportar. Um pavimento de madeira, por exemplo, não suportará tanto peso como um de betão. Os principais materiais utilizados em banheiras são o acrílico, os compósitos, o metal, a pedra, a porcelana e a cerâmica.

    Acrílico: o acrílico reforçado é uma escolha económica e ajuda a conservar a temperatura da água por mais tempo. Porém, trata-se de um material mais brando e, portanto, menos resistente a riscos. Há que ter cuidado ao limpar a banheira para não a riscar. Existem três tipos: a fibra de vidro, material leve, durável e económico; o Toplax, um acrílico reforçado com ABS, com boa resistência a impactos, antiderrapante, muito leve e 100% reciclável; e o Technolax, um material compósito rígido e altamente resistente, com propriedades de isolante térmico e sonoro.

    [+] Não poroso, logo não absorve água (exceto no caso da fibra de vidro)
    [+] Ajuda a manter a temperatura da água
    [-] Flexível
    [-] Sujeito a riscos superficiais

    Fibra de vidro: distingue-se dos restantes tipos de acrílico reforçado pela sua leveza, baixo custo e facilidade de instalação. Sendo um material poroso, absorve alguma água, o que pode levar ao aparecimento de ligeiras deformações e de fissuras na superfície da banheira. No entanto, é possível resolver estes problemas com um kit de reparação para fibra de vidro.

    [+] De preço acessível
    [+] Leve e fácil de instalar
    [+] Danos fáceis de reparar
    [-] Um dos materiais mais frágeis do mercado
    [-] Poroso, pode abrir fissuras, deformar-se e tornar-se pouco estável
    [-] Cor e acabamento deterioram-se gradualmente com a limpeza

    Corian: muitas marcas usam materiais compósitos especiais, como o Corian®. O Corian foi introduzido recentemente na fabricação de banheiras. É fácil de limpar; como não é poroso, as manchas não penetram na superfície. Impede a acumulação de bolores e bactérias se for limpo corretamente e com regularidade. Também é resistente a riscos, manchas e fissuras.

    [+] Duradouro e fácil de reparar
    [+] Não poroso; fácil de limpar
    [+] Ajuda a manter a temperatura da água
    [-] Relativamente pesado e caro

    Resina: nas resinas estão incluídos os termoplásticos rotomoldados e as resinas de poliéster.
    Os termoplásticos rotomoldados têm uma textura agradável e as resinas de poliéster são altamente resistentes graças a um gelcoat reforçado. Alguns compósitos de resina têm a aparência de cerâmica ou de pedra, mas não são tão pesados nem tão caros.

    [+] Duradoura, muito resistente a riscos e a impactos
    [+] Fácil de limpar
    [+] Ajuda a manter a temperatura da água
    [+] Aparência de pedra ou cerâmica, mas mais leve do que estes materiais e do que o aço
    [-] Exige manutenção regular, utilizando-se de preferência uma lixa e massa de polir
    [-] Relativamente cara

    Metal: o ferro fundido é o material mais utilizado em banheiras. O aço esmaltado é muito pesado, mas extremamente resistente e conserva o calor. O aço é muito resistente e de fácil manutenção. Conserva o calor e é bastante mais leve do que o ferro fundido, mas pode transformar a banheira numa caixa‑de‑ressonância. Para o evitar, é aconselhável instalar painéis de isolamento acústico na parte inferior da banheira.

    [+] Mais duradouro, muito resistente a riscos e a impactos
    [+] Fácil de limpar
    [+] Ajuda a manter a temperatura da água
    [-] Um dos materiais mais pesados
    [-] Relativamente caro

    Pedra: material muito resistente e duradouro, a pedra pode durar anos. A cor poderá alterar-se ligeiramente com o tempo, mas a pedra não se fissura. Conserva o calor durante muito tempo, permitindo-lhe desfrutar de longos banhos quentes. As suas principais desvantagens são o preço e o peso elevados.

    [+] Resistente e duradoura
    [+] Conserva o calor
    [-] Cara
    [-] Pesada

    Madeira: as banheiras de madeira são bastante caras, mas este material natural dá um toque de luxo ao ambiente e proporciona uma experiência ímpar. A exposição excessiva à humidade pode vir a deteriorar a madeira, favorecendo o aparecimento de riscos e fissuras. Por outro lado, não convém que seque demasiado, pelo que se recomenda usar a banheira de madeira uma vez por semana. O odor e a textura da madeira trazem até si um pouco de natureza e, apesar de caras, as banheiras de madeira são personalizáveis, podendo adaptar-se às necessidades de cada um.

    [+] Contacto com a natureza
    [+] Personalizável
    [-] Cara
    [-] Deteriora-se com o tempo

    Cerâmica: cerâmica é um termo geral que inclui a faiança, o grés, a porcelana, etc. Na sua maioria, estas banheiras são fabricadas inteiramente em cerâmica, embora também haja modelos em que apenas o exterior é revestido com azulejos. Trata-se de um material resistente a riscos, mas suscetível de lascar se sofrer um impacto forte. Estas banheiras são fáceis de limpar com um detergente ou com bicarbonato de sódio. Contudo, têm uma superfície muito lisa e, portanto, escorregadia. Além disso, a cerâmica não conserva bem o calor. Embora a superfície da banheira permaneça quente, a água arrefece rapidamente.

    [+] Resistente a riscos
    [+] Fácil de limpar
    [-] Não conserva o calor
    [-] Suscetível de lascar com impactos fortes

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *