Como escolher a telha certa

As telhas são utilizadas em coberturas há milhares de anos. Dada a diversidade de formatos, materiais e acabamentos das telhas disponíveis no mercado, nem sempre é fácil saber qual a mais adequada a um determinado projeto. Para o ajudar na sua escolha, este guia resume as informações mais importantes, nomeadamente sobre os principais tipos de telhas e os materiais mais comuns.

Telhas: ver produtos

  • Como escolher as telhas certas?

    Telhas de vidro da CREATON

    Telhas de vidro da CREATON

    As telhas oferecem diversas vantagens em comparação com outras coberturas de telhado, com destaque para o seu charme e durabilidade. Para escolher as telhas mais adequadas para um telhado inclinado, há que ter em conta os seguintes fatores:

    • Configuração do telhado e regulamentação aplicável
    • Tipo e formato da telha
    • Material da telha
    • Características técnicas e acabamentos
    • Novas tendências
  • Como vão a configuração do telhado e a regulamentação influenciar a escolha das telhas?

    Telhas germânicas lUDOWICI

    Telhas de escama da lUDOWICI

    Quer pretenda substituir telhas numa cobertura já existente ou construir um telhado novo, é importante informar‑se sobre a regulamentação municipal aplicável e se precisa de licença. Relativamente à configuração do telhado, a escolha poderá estar limitada a uma forma e inclinação que se coadunem com os telhados dos edifícios vizinhos. A regulamentação poderá, ainda, definir as opções possíveis ao nível do formato, tamanho, material e cor das telhas. Por exemplo, poderá ter de colocar o mesmo tipo de telhas que é utilizado noutros edifícios dessa área, especialmente se for uma zona histórica classificada como património.

  • Que tipo e formato de telhas escolher?

    Telhas de encaixe da LÓGICA ONDA

    Telhas de encaixe da LÓGICA ONDA

    O tipo e o formato de telhas que escolher terão impacto na estética do edifício, mas também vão determinar o número de telhas necessário, o peso total da cobertura e o custo da obra. De seguida, apresentamos os tipos e formatos de telhas mais comuns: 

    As telhas planas de sobreposição são assim designadas por não possuírem encaixes. Têm de ser montadas com uma sobreposição significativa para oferecerem a devida proteção contra os agentes atmosféricos. Regra geral, cada telha deve recobrir a que se encontra por baixo em mais de metade da sua superfície. As telhas planas são geralmente retangulares ou em forma de escama de peixe. Estas últimas são igualmente conhecidas por telhas germânicas. Típicas de países onde neva regularmente, estas telhas são utilizadas com frequência para restaurar telhados de edifícios históricos; no entanto, nem sempre se aplicam em construções novas pois, devido à sobreposição necessária entre telhas, resultam numa cobertura mais cara e mais pesada do que as de telhas de encaixe. 

    As telhas de canudo, também chamadas telhas coloniais ou mouriscas, constituem um elemento arquitetónico tradicional. São, igualmente, montadas com um recobrimento superior a metade da sua superfície, formando filas longitudinais alternadas de telhas na posição côncava e convexa. Outra cobertura tradicional de telhados é obtida pela sobreposição de telhas tégula e imbrex, utilizadas desde a antiguidade e mais conhecidas hoje por telhas romanas de sobreposição. A tégula é plana e tem um rebordo lateral que fica virado para cima. A telha imbrex, com uma forma curva semelhante à da telha de canudo, cobre as juntas de duas tégulas, a fim de assegurar a estanquidade da cobertura. 

    As telhas de encaixe, como o próprio nome indica, possuem um sistema que permite fixar as telhas umas às outras com um recobrimento mínimo. Isto significa que as coberturas com telhas de encaixe são geralmente mais leves, menos dispendiosas e mais rápidas de instalar, quando comparadas com as coberturas de telhas de sobreposição. As telhas de encaixe reproduzem a maioria dos formatos das telhas tradicionais, como a telha plana retangular de encaixe, a telha lusa (ou telha portuguesa), a telha romana (capa e canal numa só peça) ou ainda a telha Marselha (ou telha francesa). As telhas de encaixe duplas e triplas permitem reduzir o número de telhas necessárias para a cobertura do telhado. Seja qual for a telha que escolher, terá também ao seu dispor diversos acessórios, por exemplo para remate lateral do telhado (capa lateral), beirados (ou beirais) e cumeeiras (telhões), ou ainda telhas de ventilação.

  • O que importa saber sobre os materiais das telhas?

    Telhas de ardósia ASIAN STONES

    Telhas de ardósia da ASIAN STONES

    O material das telhas irá ter um grande impacto no preço, peso e manutenção do telhado. Apresentamos, em seguida, as telhas dos materiais mais comuns e as suas principais características:

    As telhas cerâmicas são utilizadas há milhares de anos devido à sua elevada resistência e durabilidade, mas também porque o barro abunda na natureza. Embora os modelos clássicos em tons de vermelho e laranja continuem a ser bastante procurados, existe hoje uma grande diversidade de cores e formatos.

    As telhas de cimento (ou telhas de concreto) constituem uma alternativa comum às telhas cerâmicas, pois apresentam durabilidade semelhante e grande variedade de formatos. São correntes em construções novas de estilo moderno devido ao seu baixo custo. No entanto, são geralmente mais pesadas, mais absorventes e menos resistentes a condições atmosféricas extremas do que as telhas cerâmicas.

    As telhas de ardósia são extremamente duradouras, resistentes e oferecem um acabamento único e encantador, que se adapta tanto a edifícios modernos como a construções tradicionais. Contudo, são muito pesadas e o custo final da cobertura pode ser elevado. As telhas de ardósia mais modernas são geralmente bastante mais finas do que as tradicionais, mas também mais frágeis.

    As telhas de vidro são recicláveis e deixam entrar luz natural, uma solução que garante melhor estanquidade do que uma claraboia ou uma janela de telhado. Também podem ser combinadas com certos sistemas solares térmicos para aquecimento de águas. Normalmente aplicadas só numa pequena parte da cobertura, as telhas de vidro estão disponíveis nos formatos mais comuns para se poderem integrar na maioria dos telhados novos ou já existentes.

    As telhas metálicas são bem mais leves do que as telhas cerâmicas, de ardósia ou de cimento. Para além dos modelos com aspeto metálico, existem telhas de metal com acabamentos a imitar telhas tradicionais. Algumas estão disponíveis em grandes painéis que simulam um conjunto de telhas, o que as torna muito mais rápidas e fáceis de instalar. No entanto, podem amolgar‑se e são mais ruidosas quando chove do que telhas de outros materiais.

    As telhas plásticas, tal como as metálicas, são leves, exigem pouca manutenção, existem em grandes painéis e em modelos que imitam os formatos e as cores de telhas tradicionais. As telhas de plástico transparentes também podem constituir uma alternativa às telhas de vidro. Contudo, as telhas de plástico costumam ser menos resistentes. Com o tempo, os raios UV podem deteriorá‑las e a cor tem tendência a desvanecer‑se. O tipo de plástico usado determina não só a resistência como o impacto ambiental da telha. Para o minimizar, alguns fabricantes disponibilizam telhas de plástico 100% reciclado.

  • Que características técnicas das telhas importa ter em conta?

    Telhas da DACHZIEGELWERKE NELSKAMP

    Telhas da NELSKAMP

    Para se assegurar de que opta por uma telha adequada ao projeto e ao orçamento previsto, é importante ter em conta diversos fatores, nomeadamente:  

    • A espessura das telhas
    • O peso por m2 
    • O número de telhas por m2 
    • As dimensões das telhas
    • A sobreposição necessária entre telhas e o método de instalação 
    • A inclinação mínima e máxima do telhado 
    • A duração da garantia
    • As classes de resistência ao fogo, a impactos e a intempéries (como vento, granizo, etc.)
    • O acabamento

    O acabamento terá influência não só no aspeto do telhado como também na facilidade de manutenção e na impermeabilidade da telha.

  • Telhas: quais as novas tendências?

    Telhas fotovoltaicas da EDILIANS

    Telhas solares da EDILIANS

    Como poupar energia é cada vez mais uma prioridade, os fabricantes têm vindo a desenvolver novas linhas de telhas que se fundem com as tradicionais. Dois exemplos disso são as telhas de vidro de variados modelos, que deixam entrar a luz natural pelo telhado, e as telhas com painéis solares integrados, para a produção de eletricidade. 

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *