O salão online de arquitetura e design

Que guarda-corpo escolher?

Os guarda-corpos de interior e de exterior têm a mesma finalidade: proteger-nos de quedas. Trata-se, portanto, de um elemento de segurança, essencial em edifícios, sejam eles residenciais ou não residenciais, públicos ou privados.

Os guarda-corpos em ferro forjado surgiram no século XV, mas começaram a ter menos procura com a chegada do ferro fundido e de novos processos industriais no século XVIII. Contudo, tanto o ferro fundido como o ferro forjado continuam a ser utilizados hoje em dia no fabrico de guarda-corpos, a par de uma série de outros materiais. A seleção do material constitui, sem dúvida, o aspeto mais importante da escolha de um guarda-corpo, mas há outras características a ter em consideração.

GUARDA-CORPOS: VER PRODUTOS

  • Como escolher o guarda-corpo ideal?

    Para encontrar o guarda-corpo mais adequado ao local onde pretende instalá-lo, importa ter em conta as opções disponíveis em termos de materiais e de configuração. Neste guia de compra, encontrará informações sobre estas e outras características, e ficará a conhecer as tendências atuais nesta área. De notar que os guarda-corpos quer residenciais quer não residencias têm de cumprir as normas de segurança aplicáveis no país. Para além da vertente funcional, os guarda-corpos têm uma dimensão estética, decorativa, que não deverá ser descurada na hora da escolha.

    • Material(ais)
    • Configuração
    • Instalação
    • Residencial / Não residencial
    • Outras características
    • Novas tendências
  • Escolher um guarda-corpo de que materiais?

    A maioria dos guarda-corpos é fabricada em metal, vidro e/ou madeira. Detalhamos as particularidades de cada um destes nas secções seguintes. No entanto, no mercado também encontrará produtos em pedra, acrílico, materiais compósitos, entre outros.

  • O que importa saber sobre os guarda-corpos metálicos?

    Se pretender adquirir um guarda-corpo metálico, convém dar uma vista de olhos aos prós e contras de cada metal. Entre os materiais utilizados em guarda-corpos metálicos, o aço inoxidável e o alumínio com aço são os mais comuns, logo seguidos do ferro forjado e do ferro fundido. Muitos dos guarda-corpos metálicos são usados no exterior, à exceção daqueles em aço inoxidável.

    • Aço inoxidável: é mais adequado para espaços interiores, mas pode ser instalado no exterior se for protegido com um revestimento à prova de intempéries, para que conserve o seu brilho. Existem vários tipos de aço inoxidável, com características diferentes. O aço inoxidável é um dos materiais mais resistentes à corrosão.
    • Alumínio: apresenta resistência à ferrugem e à corrosão. É leve e durável. Conserva a sua aparência sem necessitar de manutenção, mas não combina com todos os estilos arquitetónicos.
    • Aço: engloba os vários tipos de aço. Trata-se de um material bastante pesado, que deve ser protegido com verniz ou tinta para não enferrujar.
    • Ferro forjado: considerado um dos materiais mais robustos, de uma grande elegância, é frequentemente utilizado em ambientes exteriores. É relativamente caro, mas é possível optar por ferros ocos, mais leves e mais baratos. Como se trata de um material dúctil, é fácil de moldar, permitindo criar peças de diferentes estilos.
    • Ferro fundido: é uma versão mais barata do ferro forjado, mas menos maleável. Além disso, é um pouco frágil.

    Tipos de metal:

    • Aço inoxidável
    • Alumínio
    • Aço
    • Ferro forjado
    • Ferro fundido
  • O que importa saber sobre os guarda-corpos em vidro?

    Guarda-corpo de vidro da Treppenmeister

    Transparentes, os guarda-corpos em vidro proporcionam uma experiência agradável em termos estéticos, pois permitem uma vista desobstruída do espaço circundante. O vidro pode receber um tratamento na fábrica que reduzirá as manchas causadas pela água. Estão também disponíveis no mercado vidros de diversas tonalidades ou ainda com motivos gravados. Para além do preço elevado, a desvantagem dos guarda-corpos em vidro é que têm de ser limpos com frequência.

    Os painéis de vidro são geralmente montados juntamente com perfis verticais de alumínio. O vidro temperado é muito resistente a temperaturas extremas, contrariamente à madeira, que tem tendência a degradar-se.

    PRÓS: ótimo nível de segurança, poucas ou nenhumas manchas de água, resistência a temperaturas extremas
    CONTRAS: limpeza regular, preço elevado

  • O que importa saber sobre os guarda-corpos em madeira?

    Guarda-corpo de madeira da TimberTech

    São vários os tipos de madeira utilizados no fabrico dos guarda-corpos em madeira. De um modo geral, constituem uma opção elegante, clássica e económica. No entanto, nem todos os fabricantes vendem guarda-corpos em madeira, provavelmente por se tratar de um material mais vulnerável e que exige manutenção frequente, visto ser necessário pintá-los ou envernizá-los uma vez por ano.

    As madeiras mais usadas em guarda-corpos são o cipreste, o mogno, o pinho, o carvalho e o ácer. Com os seus tons quentes e os veios visíveis, conferem um charme inegável ao ambiente.

    PRÓS: aspeto natural, baixo preço
    CONTRAS: manutenção regular, sujeitos a deteriorar-se e a empenar

  • Que configurações de guarda-corpos podemos encontrar?

    Guarda-corpo de barras da RINTAL

    Muitos fabricantes disponibilizam uma aplicação que lhe permite desenhar o seu guarda-corpo experimentando diversas configurações. Poderá encontrar guarda-corpos compostos por cabos, chapas perfuradas ou ainda rede metálica, embora as configurações mais comuns sejam as guardas com barras , ou gradeamento, e com painéis.

    Os guarda-corpos constituídos por painéis oferecem um grau de segurança mais elevado do que os de barras verticais e/ou horizontais, sendo por isso muito utilizados para alturas maiores e em espaços com grande afluência de público, por exemplo. Ambas as configurações são adequadas como proteção em escadas, varandas, terraços, mezaninos, patamares, janelas de sacada, decks, em torno de piscinas, etc.

  • Quais os diferentes tipos de instalação?

    Os guarda-corpos podem ser fixados na testa da laje (à inglesa), sobre a laje ou um murete, ou na parede. Na instalação dita à inglesa, ou na testa da laje, a guarda é fixada a uma superfície vertical plana e com espessura suficiente, como o topo de uma varanda ou a lateral de uma escada. É, por vezes, chamada fixação no topo da laje. Os guarda-corpos podem ainda assentar verticalmente sobre a superfície superior da laje ou sobre um murete. Outros são fixados diretamente nas paredes.

    • Fixação na testa/no topo da laje
    • Fixação sobre laje ou murete
    • Fixação nas paredes
  • O que importa saber sobre os guarda-corpos residenciais?

    Devem cumprir as normas de segurança aplicáveis a guarda-corpos para habitações. Por exemplo, a altura regulamentar não é a mesma para um guarda-corpo a instalar no interior da sua casa e nas partes comuns de um prédio.

  • O que importa saber sobre os guarda-corpos não residenciais?

    Em espaços comerciais, nas partes comuns dos prédios de habitação, nos hotéis e nos edifícios públicos, por exemplo, devem ser instalados guarda-corpos que garantam a segurança de um maior número de pessoas. Logo, estes estão sujeitos a normas de segurança específicas. Em certos casos, os guarda-corpos são obrigatórios, como em escadas, varandas e terraços.

    As seguintes perguntas poderão ajudá‑lo na sua escolha:

    • É possível adaptar a distância entre os prumos ao meu projeto?
    • São necessárias ferramentas específicas para instalar um guarda-corpo com cabos?
    • Há guarda-corpos de diferentes alturas?
    • Os guarda-corpos podem ser fixados na testa da laje ou sobre a laje?
    • Qual a vida útil de um guarda-corpo?
  • Que outras características ter em conta?

    Poderá restringir os resultados da sua pesquisa selecionando características particulares. Por exemplo, se pretende adquirir um guarda-corpo para um espaço não residencial, poderá adicionar este critério à sua busca online a fim de obter resultados mais adequados ao que procura. De acordo com o visual desejado, também tem a possibilidade de optar por elementos específicos, como iluminação integrada ou painéis perfurados.

  • Novas tendências

    Nos últimos anos, têm surgido novos estilos de guarda-corpos. Temos, hoje em dia, uma oferta bastante variada. Entre os modelos mais em voga, encontramos os guarda-corpos com prumos já não cilíndricos mas de secção quadrada, guarda-corpos em ferro, guarda-corpos com painéis metálicos ou, ainda, guarda-corpos com cabos e tubos de aço inoxidável.

    A maioria dos arquitetos e dos designers de interiores, atualmente, prefere instalar guarda-corpos de metal e vidro em escadas e varandas. Tiram partido da transparência dos painéis de vidro para criar ambientes com muita luz e uma noção de espaço mais amplo. Observa-se uma crescente preferência pelos guarda-corpos inteiramente em vidro, sem perfis metálicos.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *