O salão online de arquitetura e design

Que revestimento de fachada escolher?

O revestimento de fachada, também dito revestimento de paredes externas, é usado para isolamento térmico dos edifícios e proteção destes contra as intempéries, desempenhando, em simultâneo, uma função decorativa. Atualmente, já existem revestimentos de fachadas resistentes ao fogo e/ou com certificação PEFC, que reduzem o risco de incêndio. Outras inovações tecnológicas incluem revestimentos resistentes a impactos com propriedades de autolimpeza e revestimentos ecológicos com certificação FSC. Para edifícios comerciais e de escritórios, opta-se frequentemente por revestimentos de fachadas com iluminação LED integrada.

Revestimentos de fachadas: ver produtos

  • Como escolher um revestimento de fachada?

    Na escolha de um revestimento de fachada, deverá ter em conta os diferentes formatos, acabamentos, efeitos e cores dos produtos disponíveis no mercado. Comece por identificar as paredes exteriores da casa ou do edifício que necessitam de revestimento, dando particular atenção às que estão mais expostas ao calor, ao frio, à chuva e ao sol. Elaborámos este guia de oito pontos para ajudá-lo no processo de escolha.

    • Material
    • Tipo de instalação
    • Acabamento
    • Efeito
    • Formato
    • Cor
    • Outras características
    • Limpeza e manutenção
  • Por que material optar para o revestimento?

    Revestimento de fachada metálico da Hunter Douglas

    Revestimento de fachada metálico da Hunter Douglas

    O metal, a pedra e a madeira são os materiais mais utilizados em revestimentos de paredes externas.

    Os revestimentos em metal são os que apresentam maior vida útil. O titânio e o bronze são os mais comuns, apesar do seu preço elevado. Os revestimentos em pedra também têm uma boa durabilidade, embora possam rachar ao fim de algum tempo, dependendo da sua espessura e da eventual exposição a condições meteorológicas extremas. Incluem‑se aqui não só as pedras naturais como também os compostos de pedra. Os revestimentos em madeira são os preferidos para casas de estilo rústico.  No entanto, podem ser relativamente dispendiosos e também têm tendência para abrir fendas ao fim de um tempo, se não forem devidamente tratados, limpos e reparados. Esta categoria abrange produtos quer de madeiras naturais quer de madeira transformada.

    Embora estes sejam os mais correntes, existem revestimentos de fachadas em muitos outros materiais.

  • Como são instalados os revestimentos de fachadas?

    Fachada ventilada em madeira da Prodema

    Fachada ventilada em madeira da Prodema

    Consoante o tipo de instalação, os revestimentos de paredes externas dividem‑se em duas categorias principais: simples (ou de pele simples) e duplos (ou de dupla pele).

    • Revestimento de fachada simples: O revestimento é fixado diretamente ao edifício, funcionando como uma barreira exterior.
    • Revestimento de fachada duplo: Consiste em duas camadas de revestimento, entre as quais é colocado o isolamento.

    Também estão disponíveis revestimentos de fachada pré-montados com isolamento e fachadas ventiladas.

    Importante: Há que prever um sistema de ventilação natural, de modo a evitar a acumulação de humidade entre o revestimento e a parede de suporte ou entre o revestimento e o isolamento. Nas fachadas simples, a distância entre a parede e o revestimento necessária à instalação dos elementos de fixação é, muitas vezes, suficiente para criar uma caixa de ar, através da qual o ar circulará.

  • Quais as opções de acabamentos?

    Revestimento de fachada em perfil ondulado da Acelor Mittal

    Revestimento de fachada em perfil ondulado da Acelor Mittal

    Existem revestimentos de fachadas com uma grande variedade de acabamentos, sendo os mais correntes os revestimentos lisos, os polidos, os lacados e os naturais. A escolha vai depender essencialmente da sua preferência e do orçamento de que dispõe. Escolha o acabamento que melhor combine com o exterior do edifício. Poderá mudá‑lo se decidir modificar ou renovar o espaço exterior.

    Outros tipos de acabamentos: revestimento texturado, revestimento ranhurado, revestimento nervurado, revestimento perfurado, revestimento mate (fosco), revestimento patinado, revestimento refletor (refletivo), revestimento pintado, revestimento brilhante, revestimento escovado, revestimento jateado, revestimento impresso com efeito 3D, revestimento envelhecido, revestimento oleado, revestimento bujardado, revestimento com relevo, revestimento metalizado, revestimento oxidado, revestimento acetinado, revestimento com padrão de losangos, revestimento espelhado, etc.

  • Quais os diferentes efeitos disponíveis?

    Revestimento de fachada 3D da m&r Manufaktur GmbH

    Revestimento de fachada 3D da m&r Manufaktur GmbH

    O efeito visual do revestimento de fachada vai, naturalmente, contribuir para o aspeto geral da casa ou do edifício em que é instalado. Os revestimentos que imitam pedra, madeira e terracota, por exemplo, são sobretudo instalados em casas e conferem-lhes um aspeto natural e rústico. Já os revestimentos com efeito de tijolo podem ser vistos tanto em habitações como em edifícios comerciais e consistem em camadas finas de alvenaria que imitam o aspeto dos tijolos convencionais. Para edifícios urbanos modernos, há revestimentos de fachada com aparência de metal ou betão. Entre os inúmeros efeitos visuais dos revestimentos de fachadas, encontramos também painéis que criam um efeito translúcido, painéis com efeito 3D e outros ainda que imitam tecido ou ladrilhos.

    Estão disponíveis revestimentos de fachada com efeito de:

  • Por que formato de revestimento de fachada optar?

    Revestimento de fachada com painéis de tipo cassete da Cantori

    Revestimento de fachada com painéis de tipo cassete da Cantori

    O formato dos painéis de revestimento deve ser escolhido não apenas pela sua vertente decorativa como também pelo tipo de proteção que oferece contra agentes atmosféricos. Existe uma grande variedade de formatos de revestimento de fachada, designadamente em painéis, em réguas, em placas, em tijolo, tipo cassete, tipo grelha, em escamas (shingle), em membrana têxtil e mesmo tubulares.

    O revestimento exterior constituído por tijolos é ideal para construções em climas frios, pois os tijolos fornecem um bom isolamento térmico. 

    O sistema de painéis de tipo cassete é executado com juntas abertas e apresenta uma grande versatilidade. Baseia‑se no princípio das fachadas ventiladas. É ideal para instalação na horizontal ou na vertical tanto em edifícios de poucos andares como em arranha-céus. Estes painéis têm abas dobradas nas extremidades e são fixados com clipes a uma estrutura secundária de suporte em alumínio, que é, por sua vez, fixada à estrutura principal por intermédio de distanciadores.

  • O que ter em conta na escolha da cor?

    Informe‑se sobre quais as cores que o Plano Diretor Municipal (PDM) permite utilizar em paredes exteriores na zona em questão.

    E, se possível, por que não optar por um revestimento com duas ou mais cores? Por exemplo, um revestimento em tijolo vermelho na metade superior de uma casa e um tom mais pálido na parte inferior pode dar-lhe um certo encanto. Tente conseguir um modelo 3D da sua casa para poder visualizar o resultado final de um revestimento de várias cores. Se conta vender a casa nos próximos anos, opte antes por cores neutras, suscetíveis de agradar a um maior número de potenciais compradores. Por fim, salienta-se que nem todos os revestimentos de fachadas estão disponíveis em todas as cores.Portanto, antes de adquirir um determinado produto, verifique qual a gama de cores proposta pelo fabricante. Além disso, convém saber que os revestimentos de cores podem ser mais caros.

  • Que outras características se podem encontrar em revestimentos de fachadas?

    Existem outras características que podemos encontrar em revestimentos de fachadas quer da linha residencial quer da linha comercial. Há revestimentos de elevada durabilidade, incombustíveis, retardantes da propagação de chamas e resistentes a impactos, aconselháveis para qualquer construção, seja ela destinada ao uso privado ou coletivo. Poderá, ainda, optar por revestimentos de fachadas com certificação FSC, com certificação PEFC, com iluminação LED integrada ou retroiluminados. Uma tendência atual é o revestimento de paredes exteriores com jardins verticais, as chamadas paredes verdes. Trata-se de uma solução que contribui para uma valorização estética da construção e, em simultâneo, que tem um impacto positivo no meio ambiente.

  • Como manter em bom estado um revestimento de fachada?

    A limpeza e a manutenção a realizar dependem do formato e do material do revestimento, mas há alguns cuidados gerais a ter. Se o acabamento começar a deteriorar‑se, aplique uma nova camada do produto de acabamento ou, quando tal não for possível, substitua o revestimento. Caso haja componentes que se partam ou caiam, substitua-os rapidamente.

    Deixamos aqui alguns conselhos:

    • Remova sujidade e manchas. Limpe as manchas e os vestígios de sujidade e de poluição do seu revestimento e pinte-o ou aplique-lhe outro produto de tratamento adequado. Se tratado uma vez por ano, o revestimento de fachada mantém um aspeto sempre novo.
    • Substitua o revestimento partido. Se vir um elemento danificado, substitua-o imediatamente.
    • Trate o revestimento de fachada com produtos de proteção contra as intempéries. Aplique vedantes e colas sempre que necessário, a fim de proteger o revestimento de temperaturas extremas e de outras condições atmosféricas adversas.
Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *