The online architecture and design exhibition

Que colchão escolher?

A compra de um colchão, seja para a sua casa, seja para um apartamento que arrende ou para um projeto hoteleiro, é uma decisão importante.

Os avanços tecnológicos têm contribuído para diversificar a oferta, nomeadamente destinada a hotéis. No mercado, existem camas ajustáveis, que se podem adequar a cada utilizador, bem como colchões «inteligentes» com sensores, feitos de materiais técnicos utilizados em viagens aerospaciais. E estes colchões «conectados» estão cada vez mais na moda!

Mattias Sörensen, CEO da YouBed, explica: «as pessoas pagam um quarto de hotel, antes de mais, para passar uma boa noite de sono; os estudos indicam que o mais importante para os clientes é ter uma cama confortável».

Numa época de crescente consciência ambiental, a sustentabilidade tornou-se também um critério central de escolha. Assim, os fabricantes têm apostado no desenvolvimento de produtos que se prestam a uma mais fácil reutilização e reciclagem, de acordo com o conceito «cradle-to-cradle».

Ao comprar um colchão, há vários fatores a considerar, entre os quais o conforto e o grau de firmeza. No site da ArchiExpo, os colchões encontram-se classificados por número de lugares (de solteiro ou de casal) e por tipo/material: molas, espuma, látex, molas ensacadas, espuma de memória, etc.

Colchões: ver produtos

  • Como escolher um colchão?

    Colchão Magniflex

    Passamos cerca de uma terça parte das nossas vidas a dormir, por isso, escolher um bom colchão é fundamental para a nossa saúde, repouso e bem-estar. Deixamos aqui algumas dicas que os fabricantes dão a clientes e a revendedores da área e que poderão ajudar na escolha do colchão ideal.

    Recomendamos que tenha em conta três critérios principais: a qualidade do núcleo de suporte (espuma, látex ou molas), a firmeza, em função da sua constituição corporal, e o conforto.

    Destaca-se a importância de escolher um colchão que se ajuste ao contorno do corpo. Para orientar os compradores, nas lojas de colchoaria encontram-se tabelas que indicam a firmeza adequada do colchão em função do índice de massa corporal (peso/altura) do utilizador. De um modo geral, a firmeza do colchão deve ser proporcional ao peso da pessoa. Ou seja, quanto mais pesada a pessoa, maior firmeza o colchão deve oferecer, de modo a proporcionar o suporte e a estabilidade necessários.

    Também há que ter em conta a densidade e a espessura do colchão: a densidade é considerada demasiado baixa quando a matéria do núcleo não for suficiente para sustentar o peso do corpo. O peso corporal, juntamente com o calor e a humidade que o corpo liberta todas as noites, irá rapidamente provocar deformações permanentes num colchão com pouca espessura. Os colchões de espuma e de látex apresentam uma espessura média entre 15 e 20 cm. No caso dos colchões de molas, que têm geralmente entre 20 e 25 cm de altura, é aconselhável optar por uma espessura superior a 23 cm.

    Importa fazer a distinção entre sensação de conforto e firmeza. A sensação que obtém ao deitar-se no colchão está relacionada com a camada acolchoada das faces (lã, linho, seda), enquanto a firmeza tem a ver com o suporte corporal fornecido pelo núcleo do colchão, dependendo do material e da tecnologia que o compõe. Embora a primeira não seja de descurar, na hora de escolher um colchão, a prioridade deve ser a firmeza e o apoio que aquele proporciona ao corpo.

  • Que tamanho de colchão escolher?

    O tamanho do colchão é outro aspeto igualmente importante a considerar. Algumas pessoas não se apercebem de que dormem num colchão que não é adequado à sua constituição física e, consequentemente, não beneficiam de um sono de qualidade, mesmo num colchão topo de gama. No entanto, há algumas regras básicas para ajudar a determinar qual o tamanho certo para o colchão.

    A escolha do comprimento faz-se, obviamente, em função da altura da pessoa que o vai utilizar, sendo aconselhável prever uma margem de 15 cm a fim de deixar espaço suficiente para estender os pés (se medir 1,75 m, escolha um colchão de 2 m). Quanto à largura, depende se o colchão se destina a uma pessoa só ou a um casal e do nível de conforto pretendido. Como, em média, se muda de posição cerca de 40 vezes por noite, a largura é crucial para uma maior comodidade.

    Colchões de solteiro Colchões de casal
    70 x 190 cm 140 x 190 cm
    70 x 200 cm 140 x 200 cm
    80 x 190 cm 160 x 200 cm
    80 x 200 cm 180 x 200 cm
    90 x 190 cm 190 x 200 cm
    90 x 200 cm 2 x 80 x 200 cm
    100 x 190 cm 2 x 90 x 200 cm
    120 x 190 cm 200 x 200 cm

    Os casais poderão optar por um colchão com maior estabilidade, que absorva os movimentos durante o sono, impedindo a sua transferência para o resto do colchão e, logo, ao outro membro do casal. Tendo em conta que uma pessoa se vira na cama entre 30 e 40 vezes por noite (o que corresponde a 60 a 80 movimentos por casal), este critério não é de somenos importância. Existem várias possibilidades. Pode escolher um colchão com elevada densidade, que garantirá um bom isolamento dos movimentos. Ou então, opte por dois colchões individuais numa cama de casal, como encontramos em muitos hotéis. É uma excelente opção para desfrutar de uma verdadeira independência de movimentos e de um sono sem interrupções.

  • Quais os diferentes tipos de colchões?

    Todos os tipos de colchões apresentam vantagens e desvantagens. A adequação de cada um depende dos hábitos, das necessidades e da constituição física do(s) utilizador(es). São estes fatores que vão ditar a escolha de um colchão de molas, de látex, de espuma convencional ou de espuma com memória de forma. Alguns fabricantes também combinam materiais, como o látex natural e a cortiça, por exemplo. A partir das seguintes descrições, poderá decidir qual o tipo de colchão que mais lhe convém.

    Colchão de molas Twils

    Colchão de molas: é particularmente recomendado para pessoas que transpirem muito durante a noite, dado que a sua estrutura permite uma boa circulação de ar, e ademais isola os movimentos corporais. As molas podem ser bicónicas, ensacadas ou contínuas. Os colchões de molas bicónicas (ou Bonnell) proporcionam um apoio corporal dinâmico e muito progressivo, sendo indicados para pessoas mais corpulentas ou que procurem um conforto dinâmico. Os de molas ensacadas (ou de bolso) são constituídos por um grande número de molas, que reagem separadamente aos movimentos do corpo, criando diversas zonas de apoio, o que os torna ideais para quem tenha um sono agitado. Os colchões de molas contínuas, assim chamadas porque são formadas por um único arame, proporcionam conforto e firmeza. Independentemente do seu tipo, um número elevado de molas garante sempre um melhor suporte para o corpo.

    Colchão de látex Dormiente

    Colchão de látex: a principal vantagem do látex é o nível de conforto que proporciona. Sendo fabricado à base de borracha, este colchão destaca-se pela sua excecional elasticidade, que o torna muito confortável, bem como pela grande durabilidade. De látex natural ou sintético, estes colchões têm propriedades hipoalergénicas, sendo, portanto, os mais indicados para quem sofra de alergias ou de asma. É igualmente adequado para pessoas com problemas de costas. Perfurado ou com estrutura celular, o colchão de látex assegura uma muito boa ventilação e controlo de humidade. A sua elevada densidade garante bom apoio corporal, quer para uma só pessoa, quer para um casal.

    Colchão de espuma Golden Night

    Colchão de espuma: seja de espuma de poliuretano, de alta resiliência ou com memória de forma, o colchão de espuma proporciona elevado suporte ao corpo, especialmente se tiver uma densidade superior a 35 kg/m³. Os blocos de espuma de alta resiliência e alta densidade (HR/HD) são os que apresentam maior elasticidade e conforto. Além disso, são mais duráveis e mais acessíveis. De um modo geral, quanto maior for a densidade da espuma, mais confortável o colchão será. No entanto, para crianças e adultos que pesem menos de 60 Kg, é mais adequada uma densidade inferior a 35 Kg/m³. Outra vantagem dos colchões de espuma é o seu peso. São mais leves do que os modelos de látex e de molas, e, logo, mais fáceis de virar e transportar. Isto é importante quando se vive sozinho ou se tem problemas de costas.

    Colchão de espuma com memória da marca Noite Dourada

    Colchão de espuma com memória: a espuma viscoelástica, também conhecida por espuma com memória de forma, reage ao calor do corpo, moldando-se aos seus contornos. Assim, fornece um bom apoio corporal e alivia eventuais dores nas costas. A espuma encontra-se logo na camada superior ou então sob o acolchoamento, proporcionando, neste último caso, um excelente isolamento de movimentos. Criada pela NASA para aliviar a pressão sentida pelos astronautas durante a descolagem, esta espuma de poliuretano de alta densidade, que varia entre 50 Kg/m³ e 80 Kg/m³, adapta-se perfeitamente ao corpo, diminui os pontos de pressão e melhora, assim, a qualidade do sono.

    Tipos de colchões: 

    • Colchão de molas
    • Colchão de látex
    • Colchão de espuma
    • Colchão de espuma com memória
  • Que espessura de colchão escolher?

    Em geral, as pessoas preferem colchões mais altos, com 20 a 30 cm de espessura. Um colchão deve ter, pelo menos, 14 cm para garantir uma noite de sono com um mínimo de conforto. Uma espessura entre 14 e 20 cm permite virar facilmente o colchão. Outra vantagem do colchão de espessura média é que não tem de debater-se com o lençol elástico na hora de fazer a cama…

    • ESPESSURA ENTRE 14 E 18 CM
      Os colchões com 14 a 18 cm de espessura servem perfeitamente para camas extra, como sofás-cama, e para camas de bebé, por exemplo. Não são muito confortáveis, mas arrumam-se com mais facilidade. A escolha da espessura do colchão depende do peso do utilizador. Quanto mais pesada for a pessoa, mais alto deve ser o colchão.

     

    • ESPESSURA ENTRE 20 E 25 CM
      Os colchões com 20 a 25 cm de espessura são bastante confortáveis, desde que a camada acolchoada seja de boa qualidade. Os colchões de espuma e de látex podem ser macios ou tónicos, dependendo da densidade. É aconselhável o utilizador experimentar diferentes tipos de colchões, a fim de avaliar o que melhor corresponde às suas necessidades e ao conforto pretendido. Se tiver problemas de costas, é preferível optar por um colchão de alta densidade e alta espessura ou por um colchão de espuma com memória de forma.

     

    • ESPESSURA IGUAL OU SUPERIOR A 25 CM
      Os colchões com 25 cm ou mais visam proporcionar o maior conforto possível às suas noites de sono e também são superiores em termos de durabilidade e de ventilação. São a opção ideal para casais, que assim não sentirão os movimentos do outro. A desvantagem? Necessitam de cuidados regulares.
  • Quando trocar de colchão?

    Os profissionais são unânimes em afirmar que se deve trocar de colchão pelo menos de 10 em 10 anos. Mas o seu corpo vai enviar-lhe sinais. Se começar a acordar com uma sensação de rigidez e dores nas costas, quer dizer que está na altura de comprar um novo colchão. O aspeto deste é igualmente revelador do seu estado. Deformações permanentes como covas e uma flacidez generalizada significam que o tempo de vida útil do seu colchão está a chegar ao fim.

    Quando trocar de colchão, convém substituir igualmente o estrado da cama. Este desempenha um papel importante, tendo influência no conforto e na durabilidade do colchão. Existe uma grande variedade de tipos de estrados, que vão dar resposta a diferentes necessidades: estrados de ripas, sommiers, estrados de molas, estrados elétricos, entre outros.

  • Porque é importante uma boa manutenção do colchão?

    Antes de mais, é preciso saber que o colchão e a roupa de cama acumulam micro-organismos. A transpiração do corpo durante a noite infiltra-se no colchão, criando um ambiente propício ao desenvolvimento de ácaros, bactérias e fungos.

    Para manter o seu colchão em boas condições de higiene e prolongar a sua durabilidade, é indispensável ter certos cuidados, como arejar diariamente o quarto e limpar o colchão com regularidade.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Guias relacionados
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *