The online architecture and design exhibition

Que cama escolher?

Passamos um terço da vida a dormir, o que faz da nossa cama uma fiel amiga. A escolha de uma cama tem impacto no nosso quotidiano e bem-estar geral,
por isso se deve levar em conta questões não só de conforto e estética, mas também de saúde e condicionantes de espaço.
A qualidade da cama é decisiva para a qualidade do seu sono. Juntamente com um colchão confortável e o estrado certo, é um elemento fundamental para conseguir descansar e relaxar devidamente.

Para facilitar a sua escolha, no site da ArchiExpo encontrará as camas organizadas por tipo: camas de solteiro, camas de casal, futons, camas altas, beliches, camas duplas de gavetão, camas de água, camas articuladas, etc. Depois de decidir que tipo de cama lhe convém, poderá então passar à escolha do estrado e do colchão adequados.

Camas: ver produtos

  • Como escolher uma cama?

    Cama de casal contemporânea Misura Emme

    Cama de casal contemporânea Misura Emme

    Os principais critérios a considerar na escolha de uma cama são o conforto, a estética, o espaço disponível no quarto e outras questões práticas. Como não temos todos os mesmos gostos nem as mesmas necessidades, o mercado procura dar resposta a essa diversidade através de uma oferta variada de modelos de camas: tradicional, de dossel, alta, dupla de gavetão, rebatível, tatame, suspensa, redonda, com compartimento de arrumação, não esquecendo o beliche. Para muitas delas, tem várias opções disponíveis: cama estofada, com ou sem cabeceira, com mesas de cabeceira integradas e com iluminação integrada, por exemplo.

    No que diz respeito ao tamanho, as camas mais comuns são as de solteiro, de corpo e meio e de casal, mas as dimensões podem variar de um país para outro.

    A cama tradicional, com ou sem cabeceira, continua a ser a mais corrente. Pode ser de madeira ou de metal, dependendo da sua preferência e conveniência. Também pode comprar uma cabeceira à parte e adaptá-la à sua cama, para ter maior conforto e dar mais estilo ao seu quarto.

    Cama rebatível SELLEX

    Cama rebatível SELLEX

    A cama rebatível, também conhecida por cama retrátil e cama de parede, pode ser um elemento independente ou integrado num armário. É ideal para pequenos espaços, permitindo transformar qualquer divisão num belo quarto. Simultaneamente prática e elegante, a cama retrátil é a solução perfeita para contornar a falta de espaço. Se precisar de mais arrumação, pode optar por um modelo com roupeiro ou adquirir armários para colocar de cada lado da cama. Estas camas possuem um sistema simples e engenhoso, sendo geralmente encastradas na parede a fim de deixar mais espaço livre na divisão.

    Outra opção é a cama dupla de gavetão, também chamada bicama. Trata-se de uma cama de solteiro que tem por baixo um gavetão com um colchão. Basta abri-lo para dispor de uma cama extra.
    É uma solução 3 em 1, bastante prática quando não se dispõe de muito espaço, pois pode ser usada como cama individual ou para duas pessoas, ou ainda como sofá.

    Já o beliche, ideal para o quarto dos mais jovens, mas não só, permite ter duas camas que ocupam a área de uma única.

    A cama alta é semelhante ao beliche, mas sem a cama de baixo. De solteiro ou de casal, constitui, igualmente, uma solução ideal para espaços exíguos, uma vez que deixa livre toda a área por baixo. Aí pode colocar-se uma secretária, uma estante ou um sofá, para transformar esta divisão num escritório ou numa sala.

    Optar por cama com arrumação é outra forma de rentabilizar o seu espaço. Elegante, prática e ampla, inclui um compartimento inferior muito funcional onde poderá guardar édredões, cobertores, roupas ou outros objetos. Torna o seu quarto mais espaçoso, dando-lhe ao mesmo tempo um toque de elegância e sofisticação.

    Cama de dossel MORELATO

    A cama de dossel é a escolha perfeita para um ambiente romântico. Cria uma atmosfera acolhedora, que apela à descontração e ao repouso. É frequentemente complementada com cortinas ou outros acessórios que acentuam esse lado aconchegante e íntimo.

    Uma boa alternativa para espaços pequenos é também a cama rebatível, que, quando recolhida, se transforma num móvel que pode inclusive servir para arrumação. Mas a principal vantagem é, evidentemente, o espaço livre que deixa à disposição.

    Cama suspensa ZEITRAUM

    Cama suspensa ZEITRAUM

    A cama japonesa, também chamada tatame ou tatami, é uma excelente opção para a sua saúde. Sabe-se que dormir num futon posto em cima de um tatami é bom para as costas. Os tatamis são colchões relativamente finos utilizados no Japão para revestir o chão no interior das casas. A firmeza do tatami ajuda a adotar uma posição correta para dormir, contribuindo para reduzir a tensão muscular e articular.

    Outro modelo bastante interessante é a cama flutuante, ou suspensa. Como os pés da cama se situam no centro da estrutura, temos a impressão de que a cama flutua. E já não corremos o risco de aí bater com os dedos dos pés…

    Diversos estudos de psicologia apontam para uma preferência da maioria das pessoas por formas circulares. Não admira que as camas redondas nos seduzam.

    Principais tipos de camas: 

    • convencional
    • beliche
    • de dossel
    • alta (ou mezanino)
    • dupla de gavetão (ou bicama)
    • suspensa (ou flutuante)

     

    Variações:

    • estofada
    • com ou sem cabeceira
    • com mesas de cabeceira integradas
    • com iluminação integrada
  • Que material escolher?

    Uma cama consiste numa estrutura, geralmente de madeira ou metal. Também há modelos forrados com tecido ou couro. A compra de uma cama pode representar um investimento significativo se pretender um produto seguro, duradouro e de qualidade. Logo, é primordial ter em consideração os materiais de que é feita. Deles depende, em grande parte, a resistência da cama a eventuais impactos e movimentações que, com o tempo, poderão danificar a estrutura. Os rangidos e estragos no acabamento são os primeiros sinais de deterioração.

    As camas de madeira são muito apreciadas pelo aspeto natural que dão ao quarto. O tipo de madeira é um critério essencial a ter em conta. Madeira nobre e dura, o carvalho é muito procurado pela sua vertente estética e pela resistência. A faia representa uma alternativa igualmente resistente e cheia de charme. As madeiras exóticas são também muito utilizadas, dando ao quarto um ar aconchegante e caloroso.

    No entanto, é preciso não esquecer que há insetos, como as térmitas, que atacam a madeira. Por isso algumas pessoas preferem camas de ferro ou de aço. Estas sempre foram consideradas mais higiénicas e mais seguras. Conhecidas pela sua solidez, as camas em metal são garantia de durabilidade e de grande resistência ao movimento. No entanto, hoje em dia, tanto as camas de madeira como as de metal surgem como opções viáveis, graças ao aparecimento de tratamentos mais eficazes que protegem a madeira de insetos xilófagos.
    Por outro lado, os painéis melamínicos são cada vez mais utilizados na fabricação de móveis de interior. Trata-se de painéis de aglomerado ou de MDF (de fibras de média densidade) revestidos com uma película impregnada de resina melamínica prensada a quente. A sua resistência e leveza, aliadas a um preço de compra inferior ao da madeira maciça, explicam em grande parte o seu sucesso crescente. Além disso, sendo modulares e versáteis, permitem criar móveis com formas originais. Contudo, não são tão resistentes como a madeira maciça.

  • Que altura escolher?

    A altura da cama e a espessura do colchão vão determinar a altura a que irá deitar-se. De notar que a altura do quadro da cama é importante para manter o colchão no lugar. Já a altura da estrutura propriamente dita deve, por um lado, garantir espaço suficiente entre o chão e o colchão para a correta ventilação deste, por motivos de higiene, e, por outro, permitir prender os lençóis sem ter de se dobrar muito.

    A altura da cama é decisiva para o seu conforto diário e para a ventilação do seu colchão. A altura ideal de uma cama é de cerca de 50 cm, a fim que possa deitar-se sem esforço. Além disso, se o colchão estiver mais alto, será sempre mais arejado, na medida em que a circulação de ar por baixo da cama favorece a eliminação da humidade que se acumula no colchão durante a noite.

  • Que estilo de cama escolher?

    Enquanto elemento central num quarto, a cama é o móvel que chama imediatamente a atenção. De certo modo, define a atmosfera do quarto. Quem der particular importância à decoração do quarto não descurará as formas, os acabamentos e os pormenores.

    Na ArchiExpo, as camas encontram-se agrupadas por estilo: contemporâneo, clássico e estilos específicos.

    É grande a variedade de designs clássicos disponíveis atualmente no mercado, que podem dar um toque especial ao seu quarto. Uma cama de linhas contemporâneas confere modernismo ao seu quarto, enquanto uma cama tradicional cria um ambiente mais rústico.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Guias relacionados
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *