Que base de duche escolher?

A base de duche, também chamada base de chuveiro e, no Brasil, piso de box, é como um pavimento impermeável e estanque para um poliban. Trata‑se de um produto, geralmente, pré-fabricado e pronto a instalar, que pode ser assentado diretamente no contrapiso. No entanto, também é possível realizar uma base de duche colocando um revestimento cerâmico, devidamente impermeabilizado, sobre uma base de argamassa com a inclinação necessária ao bom escoamento da água. Estas bases de duche em mosaicos ou azulejos são mais difíceis de instalar e de substituir. Neste guia de compra, encontrará informações que irão ajudá‑lo na sua escolha.

Bases de duche: ver produtos

  • Como escolher uma base de duche?

    Há vários aspetos a ter em conta quando se pretende adquirir uma base de duche, tais como o tipo de instalação, o formato, o material de que é composta e diversas opções disponibilizadas pelos fabricantes. Neste guia, damos especial destaque aos materiais, por se tratar do critério de escolha mais importante. 

    • Tipos de instalação
    • Sistema de escoamento
    • Formatos
    • Materiais
  • Quais os tipos de instalação das bases de duche?

    As bases de duche elevadas, as de encastrar e as bases prontas para receber um revestimento cerâmico são as mais comuns.

    • Base de duche elevada (a tradicional): De instalação rápida e fácil, a base de duche é colocada diretamente sobre o pavimento, tendo um rebordo que se eleva a, pelo menos, 5 cm acima do nível do chão. Requer uma válvula de descarga vertical encastrada.
    • Base de duche de encastrar (de embutir): a entrada do duche encontra‑se ao mesmo nível do chão, o que a torna mais acessível. A sua instalação é mais fácil na fase de construção ou aquando da remodelação completa da casa de banho. Requer um sifão de saída vertical.
    • Base de duche para revestimento cerâmico: sendo nivelada com o chão, oferece um acesso ideal para idosos e pessoas com mobilidade reduzida. Destina-se a ser revestida com azulejos ou com pastilhas de vidro, de cerâmica ou de pedra, que, por serem mais pequenas, escorregam menos. Em qualquer dos casos, é imprescindível optar por um material antiderrapante. A utilização do mesmo revestimento na base de duche e no pavimento cria um efeito de continuidade e dá um ar moderno à casa de banho. Estas bases de duche já possuem uma inclinação para o escoamento da água. São instaladas com uma válvula de descarga de, pelo menos, 90 mm de diâmetro e 50 mm de altura com 2% de inclinação, no mínimo.

    Base de duche elevada da CATALANO

    Base de duche encastrada da Wedi

    Base de duche encastrada da Wedi

    Base de duche com revestimento cerâmico da Villeroy-Boch

    Base de duche com revestimento cerâmico da Villeroy-Boch

  • Que sistemas de escoamento existem para bases de duche?

    É necessário um sistema de esgoto composto por uma válvula extraplana, um sifão e tubos para escoar a água do duche. Há dois tipos de válvulas de duche: verticais e horizontais. Instala‑se uma válvula vertical se houver espaço suficiente por baixo da base e uma válvula horizontal no caso de uma base de duche elevada ou quando haja pouco espaço.

  • Quais os diferentes formatos de bases de duche?

    Entre os diversos formatos de bases de duche disponíveis no mercado, os mais comuns são retangular, quadrado e de canto.No entanto, também poderá optar por uma base redonda, agora muito na moda, ou ainda oval, em semicírculo ou pentagonal. Os fabricantes continuam a dar mostras de criatividade, por isso irá certamente encontrar um modelo ao seu gosto. Não se esqueça, porém, de que irá precisar de um resguardo que se adapte exatamente ao formato da base, a fim de evitar fugas de água.

    Base de duche quadrada da Disenia

    Base de duche quadrada da Disenia

    Base de duche retangular da GLASS 1989

    Base de duche retangular da GLASS 1989

    Base de duche de canto da Bette

    Base de duche de canto da Bette

  • De que materiais são feitas as bases de duche?

    A maioria das bases de duche são fabricadas em materiais plásticos, em materiais compósitos ou em cerâmica, mas a oferta existente no mercado é bastante mais vasta. De notar que muitas bases de duche têm um revestimento acrílico: um acabamento antiderrapante e resistente, que pode conservar‑se em bom estado durante vários anos. Destacamos, ainda, as bases de duche em madeira, em betão e em cimento, mas, como são menos correntes, não analisaremos as suas características neste guia. Saiba, porém, que estes materiais oferecem possibilidades de personalização e de conceção interessantes. Além disso, no caso da madeira, esta confere ao ambiente um aspeto natural.   

    As mais comuns:

  • O que importa saber sobre as bases de duche cerâmicas?

    A cerâmica consiste numa mistura de argila e água e, por vezes, de outros materiais orgânicos. Geralmente vidrada e cozida, também pode exibir motivos decorativos. Trata-se de um termo muito abrangente, que inclui a faiança, o grés, a porcelana, etc.

    Pode ser usada para fabricar bases de duche de superfície lisa ou então as pastilhas e os azulejos de revestimento. Estas bases não se riscam facilmente, mas podem lascar se sofrerem impactos fortes. As bases de superfície lisa são um pouco escorregadias. 

    • VANTAGEM: resistente a riscos 
    • VANTAGEM:  fácil de limpar
    • DESVANTAGEM: lasca com impactos fortes
    • DESVANTAGEM: pode ser cara
  • Quais os compósitos usados no fabrico de bases de duche?

    A fibra de vidro e a resina são dos materiais compósitos mais utilizados para fabricar bases de duche. Além disso, muitas marcas desenvolvem e utilizam compósitos próprios, como o Corian®, o Pietraluce® e o KRION®.

    O termo resina inclui os polímeros rotomoldados e as resinas de poliéster. O polímero rotomoldado apresenta uma textura agradável, enquanto a resina de poliéster tem um revestimento reforçado altamente resistente (fibra de vidro e gelcoat). A resina tem um aspeto semelhante ao da pedra, mas não é tão pesada nem tão cara.

    • VANTAGEM: elevada resistência, não se risca nem lasca com facilidade 
    • VANTAGEM: fácil de limpar 
    • VANTAGEM: parece pedra, mas é bastante mais leve
    • DESVANTAGEM: necessita de manutenção regular, devendo usar‑se lixa e um produto de polimento
    • DESVANTAGEM: preço relativamente elevado

     

    A fibra de vidro é um tipo de acrílico reforçado, fácil de instalar e de preço bastante razoável. 

    • VANTAGEM: preço acessível 
    • VANTAGEM: leve, fácil de instalar 
    • VANTAGEM: caso se danifique, é fácil de reparar
    • DESVANTAGEM: é um dos materiais mais frágeis do mercado 
    • DESVANTAGEM: sendo porosa, absorve água e tem tendência a fissurar  
    • DESVANTAGEM: a cor e o acabamento deterioram-se gradualmente com a limpeza

     

    O Corian® é um material de superfície sólida, introduzido recentemente na fabricação de loiças sanitárias. É fácil de limpar; como não é poroso, as manchas não penetram na superfície. Impede a acumulação de bolores e bactérias se for limpo corretamente e com regularidade. Também é resistente a riscos, manchas e fissuras.

     

    • VANTAGEM: duradouro e fácil de reparar
    • VANTAGEM: não poroso, logo a sujidade não se entranha, sendo assim mais fácil de limpar
    • VANTAGEM: ajuda a manter a temperatura da água
    • DESVANTAGEM: relativamente pesado e caro

     

    O Pietraluce® é um material brilhante, não poroso, antibacteriano e de limpeza fácil. Os riscos e as manchas podem ser removidos com qualquer massa de polir. Tratando‑se de um produto recente, ainda não foram observadas desvantagens.

     

    O KRION® é um material de superfície sólida, antibacteriano, de nova geração, desenvolvido pela Krion, empresa do Grupo PORCELANOSA. Proporciona isolamento acústico, é composto em grande parte por minerais e é 100% reciclável. A sua presença no mercado é bastante recente, pelo que ainda não foram observadas desvantagens.

  • De que materiais plásticos podem ser feitas as bases de duche?

    Entre os mais comuns, encontram‑se o PMMA, o poliestireno, o ABS e o Cristalplant®.
    Indicamos, em seguida, as principais diferenças entre eles.

    PMMA: é uma resina sintética obtida a partir da polimerização do metacrilato de metilo. Trata‑se de um termoplástico transparente, leve, rígido e resistente a impactos, que constitui uma boa alternativa ao vidro. É também conhecido por acrílico, vidro acrílico e plexiglass.

    • VANTAGEM: requer pouca manutenção
    • VANTAGEM: elevada resistência, nomeadamente ao calor
    • VANTAGEM: boa relação custo-benefício
    • VANTAGEM: fácil de instalar
    • VANTAGEM: vasto leque de escolha em termos de cores
    • DESVANTAGEM: difícil de personalizar, excetuando a cor

     

    Poliestireno: é um termoplástico obtido a partir da polimerização do monómero de estireno. Pode ser extrudido ou expandido. Geralmente, é claro, rígido e bastante quebradiço, mas representa uma opção bastante acessível.

    • VANTAGEM: barato
    • VANTAGEM: elevada resistência, nomeadamente ao calor
    • DESVANTAGEM: deve ser limpo com frequência
    • DESVANTAGEM: pouco resistente a riscos e a fissuras

     

    ABS: é fácil de fabricar, resistente e leve em comparação com o vidro. Pode ser reciclado e é fácil de moldar por ação do calor. 

    • VANTAGEM: maior resistência a impactos (risca e lasca menos)
    • VANTAGEM: reciclável
    • DESVANTAGEM: baixa resistência aos raios UV se não for protegido
    • DESVANTAGEM: pode exibir rapidamente sinais de desgaste

     

    O Cristalplant® é um material sólido fabricado integralmente em Itália. Destaca‑se por ser o primeiro material sólido sustentável composto por 50% de minerais e 30% de bioresina.

    • VANTAGEM: 100% reciclável
    • VANTAGEM: higiénico e duradouro
    • DESVANTAGEM: superfície propensa a desgaste
    • DESVANTAGEM: deve ser limpo regularmente, embora seja fácil de limpar com uma esponja com esfregão e um detergente normal

     

  • E as bases de duche em pedra e em metal?

    As pedras naturais e os metais têm as suas vantagens e desvantagens. As pedras mais utilizadas em bases de duche são a ardósia e a grafite, apesar de também existirem bases em mármore, travertino, quartzito e quartzo. Apresentam a desvantagem de ser muito pesadas. No entanto, têm propriedades antibacterianas e antiderrapantes, para além de serem 100% impermeáveis. No que diz respeito às bases de duche metálicas, a maioria é fabricada em ferro fundido, em aço inoxidável, em aço vitrificado, em aço simples, em alumínio e em cobre. O ferro fundido esmaltado é bastante pesado, mas extremamente resistente. O aço é muito resistente, de fácil limpeza e manutenção, e muito mais leve do que o ferro fundido. 

    Pedra natural

    • VANTAGEM: antibacteriana
    • VANTAGEM: antiderrapante
    • VANTAGEM: impermeável
    • DESVANTAGEM: pesada
    • DESVANTAGEM: preço elevado

     

    Metal

    • VANTAGEM: de elevada resistência, não se risca nem lasca com facilidade
    • VANTAGEM: fácil de limpar
    • DESVANTAGEM: pesado
    • DESVANTAGEM: preço elevado
Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *